"Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador." - Eduardo Galeano

"O século 20 produziu uma espécie terrível de pessoas: a do homem que acredita realmente que é publicado nos jornais." - Oswald Gottfried Spengler

"A democracia é o canal por onde o bolchevismo conduz o veneno para os países desunidos, deixando-o agir tempo suficiente para que as infecções produzam o definhamento da razão e do poder de resistência." - Adolf Hitler

"Quem vive da mentira deve temer a verdade!" - Friedrich Christian, Príncipe de Schaumburg Lippe

"A razão pela qual os homens são silenciados não é porque eles falam falsamente, mas porque eles falam a verdade. Isso porque, se os homens falam mentiras, suas próprias palavras podem ser usadas contra eles, enquanto se eles falam verdadeiramente, não há nada que pode ser usado contra eles, exceto a força." - John “Birdman” Bryant

domingo, 5 de novembro de 2017

Xenofobia, diversidade e auto-preservação

Resultado de imagem para barbarian invasions

Primeiramente, o que de maneira errônea e propositada chamam de "xenofobia" nada mais é que espírito de fidelidade em grupo (clã, tribo, povo, nação), instinto de sobrevivência, mecanismo de auto-defesa, senso de identidade e de pertencimento, noção de responsabilidade coletiva e/ou de herança. Surgiu justamente como auto-defesa e perpetuação do saber e acompanha a Humanidade desde sua gênese. Não é mera tara, obsessão patológica, ou de gente desocupada.

"Xenofobia" também é diversidade cultural de fato, não de aparência. É a "xenofobia" que garante a diversidade cultural, a riqueza de diversidade das cidades, da beleza da arquitetura, do encanto da música e das canções, do brilho das roupas, da multiplicidade do saber, etc, funcionando como barreira contra a extinção ou erosão dessas diversidades, das identidades ímpares de povos.

Se ninguém se importasse com sua própria identidade cultural, tribal e familiar, com sua própria história, não respeitasse seus antepassados, não a perpetuasse, não haveria tanta variedade de povos e civilizações. Variedade é sinônimo de diversidade. Quantas vezes a "xenofobia" promoveu e protegeu essa diversidade, a multiculturalidade da Humanidade, e até a existência física de povos?!

A quem interessa que os povos não tenham identidade própria, singular, única?! A quem interessa que os povos não se defendam de mudanças culturais, axiológicas e alienígenas indesejáveis?! A quem interessa que os povos sejam passivos?!

A perversão conceitual que ocorre com certas expressões, atos e valores é algo semelhante às enzimas digestivas das aranhas. Um agente é injetado na presa a fim de liquefazer a estrutura do corpo e possibilidades de auto-defesa dessa presa para uma forma facilmente consumível. Seria a explicação da tática de criminalizar a auto-defesa etno-identitária singular?

       Imagem relacionada
Que tal acabar com a diversidade aqui? Não ficaria monótono?

Sem "xenofobia" acabaria a indústria do turismo e do entretenimento, por exemplo. Ora, para que alguém viajaria ao outro lado do mundo para ver o mesmo que tem no seu próprio país?!! Sem "xenofobia", acabaria a própria História.

Sem o mecanismo de auto-defesa da "xenofobia", o mundo ficaria mais pobre, sem graça, raso, insonso, comum e mono colorido, cinza.

Abraços

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Café no bule com música 15

Ludwig van Beethoven -- Melody of Love


Beethoven - Melody of Tears + Rain


Bach - "G Minor" (Luo Ni)


A Breathtaking Piano Piece - Jervy Hou


Sound of an Angel - Beautiful violin music


Arditi - Imposing Elitism


Arditi - Doctrine Of Immortality


Air - Johann Sebastian Bach


Chopin - Spring Waltz (Mariage d'Amour)


Hans Zimmer - Gladiator - Live


Francis Goya - Impolate


Francis Goya - Natalia


Francis Goya - Million Scarlet Roses


Yoon Ha - One million roses, 윤하 - 백만송이 장미


Melanie Safka - Unchained Melody


Rod Stewart - Forever Young


FAUN "Tanz mit mir" (Duett mit Santiano)


FAUN - Federkleid


Faun - Walpurgisnacht (Director's Cut)


Luc Arbogast - Game Of Thrones - Main Title Theme


Luc Arbogast - Nausicaa (La Moldau)


Russian Rammstein - Du Riechst So Gut


MELANIE SAFKA Dust in the Wind


Paganini: Violin Concerto No.1


KITARO - Lady of Dreams


Frederik Chopin - Mariage D'amour


Secret Journey - OMAR AKRAM


Love Song Beautiful Chinese Song


Chinese Bamboo Flute - Sad Music Instrumental That Will Make You Cry | Ancient Sad And Romantic


"Miss You" (Sad Piano Song) by Michael Ortega


Mean Mary on fast banjo - Iron Horse


Aprecie também "Café no bule com música" 1 ao 14:

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2014/10/cafe-no-bule-com-musica.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2015/06/cafe-no-bule-com-musica-2.html

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2015/10/cafe-no-bule-com-musica-3.html

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2015/12/cafe-no-bule-com-musica-4.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2016/01/cafe-no-bule-com-musica-5.html

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2016/03/cafe-no-bule-com-musica-6.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2016/05/cafe-no-bule-com-musica-7.html

https://askatasunaren.blogspot.com.br/2016/06/cafe-no-bule-com-musica-8.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2016/09/cafe-no-bule-com-musica-9.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/02/cafe-no-bule-com-musica-10.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/05/cafe-no-bule-com-musica-11.html

https://askatasunaren.blogspot.com.br/2017/05/cafe-no-bule-com-musica-12.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/06/cafe-no-bule-com-musica-13.html

https://askatasunaren.blogspot.com.br/2017/08/cafe-no-bule-com-musica-14.html

Abraços

domingo, 24 de setembro de 2017

Para reflexão

    Resultado de imagem para judaism is not christianity

“O Judaísmo é Judaísmo porque rejeita o Cristianismo, o Cristianismo é Cristianismo porque rejeita o Judaísmo." 
Rabino Eliezer Berkovits, Romênia 1908, Israel 1992.

Abraços

Esquerda Kosher

O COMUNISMO É JUDAICO.

Resultado de imagem para Karl Marx is jew

O Comunismo moderno foi desenvolvido por Moses Levy Mordecai, ou melhor, simplesmente Karl Marx, Marx teve um grande professor rabino comuno-sionista de nome Moses Hess. Este rabino foi fundador e editor do Rheinische Zeitung, o principal órgão de pensamento de esquerda na Alemanha. Ele proveu Karl Marx com sua primeira importante plataforma. Mais tarde, em Bruxelas, ele colaborou com Marx em "A Ideologia Alemã". Foi Hess também quem converteu Friedrich Engels ao Comunismo e provavelmente também ao Judaísmo.

Os próprios documentos judaicos sugerem isso claramente. Em 4 de abril de 1919, o Jewish Chronicle estampou: 

“Há muito no fato do próprio Bolchevismo, no fato de que muitos judeus são bolchevistas, no fato que os ideais do Bolchevismo na maioria dos pontos são consoantes com os mais magníficos ideais do Judaísmo”.

O panfleto “Judeu e Não-Judeu”, proposto pelos judeus reformistas da “União das Congregações Hebraicas Americanas” e sua “Conferência Central de Rabbis Americanos” afirma que:

"O Socialismo foi originado pelos judeus e hoje os judeus representam um papel principal em sua difusão e interpretação”.(página 30)

O Comunismo de fato é Judaísmo e ele se apóia no sistema místico da Cabala propondo basicamente ideias de um homem despido de preconceitos e a harmonização dos opostos.

Karl Marx chamou o "Ein Sof" (termo usado primeiro pelo cabalista Azriel ben Menahem) por um nome ainda mais pomposo, "materialismo dialético", a ideia de comunhão entre Deus e o homem que foi adotada da Cabala, não somente que a Deidade influencia os atos do homem, mas também que o homem exerce uma influência na vontade e temperamento da Deidade. Todo ato e palavra do homem produz uma vibração correspondente nas esferas mais altas. Dessa concepção é derivada a prática principal do princípio do Hasidismo - comunhão com Deus para o propósito de unir a fonte da vida e influenciá-la .…" (Enciclopédia Judaica - 1905)

O rabino Stephen S. Wise, o pai do Judaísmo reformista, confirma:

"Alguns chamam isto de Marxismo - eu chamo isto de Judaísmo."
(Declaração do rabino Stephen S. Wise In: "The American Bulletin", 15 de Maio de 1935.)

Paulo Leitão De Gregorio

Fonte: https://www.facebook.com/caiafarsadosionismo/

Putin diz (entrega) que 80-85% dos bolcheviques eram judeus, e não houve nenhuma reação da confeitada Imprensa. Por quê?! Seria para não informar/alertar a direita kosher?


Abraços

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Telhado de vidro?

      [jewisnazi2.png]

Resultado de imagem para 150.000 nazis jew served hitler

Are Hitler's Jewish Soldiers responsible for the Death of 6 Million Jews?

Os soldados judeus de Hitler são responsáveis ​​pela morte de 6 milhões de judeus?

Abraços

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Café no bule com música 14

Sky Fighters Into The Fire


Lisa Gerrard (Dead Can Dance) - Sanvean


Thank You | Jesus Army Songs


Obrigado (Jesus Army Songs-Thank You) Cover!


Sanctus


Jessica Yeh sad violin


Patricia JANEČKOVÁ: "Frühlingsstimmen" (Johann Strauss II)


Amira Willighagen ~ Live in Concert ~ O Sole Mio


Song of Durin - Eurielle


Indila - Mini World


Fantasy Music - Meaning of Life


Can Atilla - Sultanlar Askina


André Rieu & Amira - O Mio Babbino Caro


Rita Ora sings at Vigil for Canonisation of Mother Teresa 3 September 2016


Goitzsche Front - Menschlich


Lensko - Let's Go! [NCS Release]


LUVIENNE Popcorn remix (dubstep violin)


André Rieu - I Will Follow Him


Zorba's Violin - Andreea Runceanu (AMADEUS)


MY IMMORTAL (Evanescence) Harp Twins - Camille and Kennerly


Arisches Kind


Dead Can Dance - The Wind That Shakes The Barley


Massive Attack - Teardrop with Liz Fraser


Globus - Diem Ex Dei


"The Longing" - Patty Gurdy (Storm Seeker Song, Hurdy Gurdy Version)


"Gurdy's Green" - Patty Gurdy (Hurdy Gurdy Music)


Michael Schumacher Song


Darude - Sandstorm


DJ Tiesto - Adagio For Strings


Hans Zimmer - Time (OST "Inception") │ Fingerstyle guitar


André Rier - Mais Perto Quero Estar


Fantasy Medieval Music - Song of the North


天空之城(小娟) 完美女声吟唱版


心累了


Aprecie também "Café no bule com música" 1 ao 15:

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2014/10/cafe-no-bule-com-musica.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2015/06/cafe-no-bule-com-musica-2.html

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2015/10/cafe-no-bule-com-musica-3.html

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2015/12/cafe-no-bule-com-musica-4.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2016/01/cafe-no-bule-com-musica-5.html

http://askatasunaren.blogspot.com.br/2016/03/cafe-no-bule-com-musica-6.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2016/05/cafe-no-bule-com-musica-7.html

https://askatasunaren.blogspot.com.br/2016/06/cafe-no-bule-com-musica-8.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2016/09/cafe-no-bule-com-musica-9.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/02/cafe-no-bule-com-musica-10.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/05/cafe-no-bule-com-musica-11.html

https://askatasunaren.blogspot.com.br/2017/05/cafe-no-bule-com-musica-12.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/06/cafe-no-bule-com-musica-13.html

http://askatasunaren.blogspot.com/2017/09/cafe-no-bule-com-musica-15.html

Abraços

terça-feira, 15 de agosto de 2017

A origem judaica do Islamismo

Leiamos essa interessante troca de correspondência com o sr. Orlando Fedeli (1933 - 2010), que foi um historiador católico brasileiro, professor universitário e defensor da Fé Católica. Foi também fundador e presidente da Associação Cultural Montfort, uma associação brasileira de leigos católicos que luta contra os erros dos tempos atuais, das doutrinas modernistas e as consequências na Igreja após o Concílio Vaticano II.

     

Prezado Professor
Salve Maria.

Vou direto ao assunto:

1. O deus da religião islâmica, é o mesmo Deus em que acreditamos?
2. Se não é, de onde vem tamanha fé desse povo a ponto de parar por cinco vezes ao dia para orar, voltados para a cidade de Meca, esteja onde estiver?
3. Essa fé que os move, levará esse povo para o Céu ou eles podem ser considerados idólatras, indo para o inferno? Não estariam eles na inocência por não conhecer o nosso Deus?
4. Será que os guias espirituais deles (no nosso caso seriam os padres), não os orientam para fugir do catolicismo, chamando-nos de idólatras, tal qual nós fazemos com eles.
5. Será que tudo o que achamos deles (tais como: eles estão errados em adorar outro deus, não se salvarão, estão cegos etc) não ocorre ao contrário, digo em relação a eles quanto a nós?
6. Como saber que eles estão errados e nós estamos certos?

Devo esclarecer que, com esses questionamentos, não estou colocando minha fé à prova. Longe de mim desacreditar na minha Igreja Católica. Mas é que me surgiram dúvidas quanto a esse povo de fé tão firme no que eles acreditam, e estarem em caminho errado.

Não sei se consegui me fazer entender, mas...

Gostaria que vocês pudessem dirimir essas dúvidas.

Um abraço carinho
Tudo pra Jesus
Nada sem Nossa Senhora, Giovanni Pessoa

RESPOSTA:

Muito prezado Giovanni ,
Salve Maria.

     O Maometismo é uma seita judaica que nega a Santíssima Trindade.
     Como os judeus, eles recusam crer que em Deus haja três pessoas iguais e realmente distintas, o Pai, o Filho, e o Espírito Santo, como foi revelado e ensinado por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é O Filho de Deus encarnado.
     No Corão pode-se ler o seguinte:

"Diz; Allah é Deus, o único, Allah é o único. Ele não gerou e não foi gerado" (Corão, Surata CXII, 1-3)

     Por isso, no Corão se diz que os maometanos devem reconhecer que têm o mesmo Deus dos judeus:

"Não discutais com as pessoas do Povo do Livro [o povo judeu], senão de modo amável (com exceção dentre eles que são injustos). Dizei: "Cremos no que nos foi revelado e no que vos foi revelado. Nosso Deus o vosso Deus é um só e nós lhe estamos submetidos" (Corão, Surata XXIX 45-46)

     Por outro lado, o livro Sagrado dos maometanos afirma, muitas vezes, que Deus deu o livro (o Corão) a Moisés, e não a Maomé. O Corão diz muitas vezes que Maomé é um mero repetidor e que o Livro foi dado aos judeus, a Moisés.
     No Corão se conta que os árabes que ouviam Maomé lhe diziam:

"Isso não é senão uma mentira inventada por Maomé, outras pessoas o ajudaram" [ensinaram] (Corão, Surata XXV, 5-6)

     E na Surata XLIV do Corão se lê também:

"E o rechasaram dizendo: "Ele foi ensinado por outros. É um energúmeno" (Corão, Surata XLIV, 14)

     Por isso, o Corão diz:

"Maomé, quando tiveres dúvida sobre o Corão, consulta os mestres [os rabinos] de Israel"
"[Maomé] se tens dúvida do que te revelamos, interroga aqueles que antes de ti leram o Livro [o Corão]"  

     Portanto, o Corão manda Maomé consultar os rabinos judeus, em caso de dúvida sobre o Livro, que foi dado a Moisés e não a Maomé.
     De tudo isso se conclui que o deus de maomé não é o Deus dos católicos. O nosso Deus é uno em sua substância e trino nas Pessoas.
     Os Maometanos negam que Cristo seja o Filho de Deus, Segunda Pessoa da Santíssima Trindade.
     Portanto, os maometanos não têm Fé, que é a crença em tudo o que Deus ensinou.
     Certos torcedores de clube de futebol fazem sacrifícios enormes pelo seu clube e nem por isso se pode dizer que tenham Fé. Superstição não é Fé.
     Os maometanos não são idólatras. Eles não têm ídolos. São monoteístas. Mas eles, enquanto seguem uma falsa religião, não podem se salvar.
     E sabemos que eles estão errados porque no livro deles — o Corão — há muitas contradições e Deus não pode se contradizer.

In Corde Jesu, semper, Orlando Fedeli

Fonte: http://www.montfort.org.br/bra/cartas/apologetica/20061109190920/

Abraços

domingo, 30 de julho de 2017

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Judaísmo ou Paganismo?

Advertências aos cristãos e algumas notas sobre as heresias no fim dos tempos e do ressurgimento do Paganismo.

Imagem relacionada

No capítulo 7 de Atos dos Apóstolos, o cristão Estêvão, discursa demoradamente e, pelo fato de ter denunciado as heresias, o deicídio e Paganismo (isso mesmo) dos judeus sem poderem contradize-lo, é por eles morto por apedrejamento. Cito o versículo específico:

"Antes tomastes o tabernáculo de Moloque (deus pagão árabo-cananeu), e a estrela do vosso deus Renfã (deus egípcio que significa 'estrela' e conhecido também como deus romano Saturno ou o grego Cronos), figuras que vós fizestes para as adorar. Transportar-vos-ei, pois, para além da Babilônia."
Atos 7: 43

A antiga Babilônia foi um dos primeiros campos de concentração.

O que conhecemos como 'Estrela de Davi' que consta na bandeira de Israel (séculos XX e XXI) e foi usado como 'crachá' pelos judeus na 2ª GM que também já era usado na Idade Média (séculos V a XV) que eles mesmos criaram para si próprios se auto-identificarem, na verdade é a estrela de Renfã, um deus pagão. Poderão fazer suas pesquisas. Vejamos o que Deus, O Único e Verdadeiro, diz sobre essa tal estrela e de quem a usa ou a adora:

"Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Eu sou o Senhor vosso Deus.
Não fareis segundo as obras da terra do Egito (povo pagão, alguma dúvida?), em que habitastes, nem fareis segundo as obras da terra de Canaã (também pagãos, alguma dúvida?), para a qual vos levo, nem andareis nos seus estatutos." (refere-se a estatutos pagãos, entendido isso?)
Levítico 18: 1-3
(...)
"E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque (deus pagão ou Lúcifer); e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor."
Levítico 18: 21  (Levítico foi escrito séc. XV a.C)

            Imagem relacionada
Os primitivos judeus ofereciam seus pequeninos filhos para serem sacrificados vivos no fogo em adoração a Moloque. Os pagãos fenícios que viviam na atual "terra santa" também praticavam tal ritual. 

Leiamos uma das diversas passagens bíblicas que encontramos Deus emitindo juízo sobre o povo judeu por conta de suas práticas pagãs:

"Odeio, desprezo as vossas festas, e as vossas assembléias solenes não me exalarão bom cheiro.
E ainda que me ofereçais holocaustos, ofertas de alimentos, não me agradarei delas; nem atentarei para as ofertas pacíficas de vossos animais gordos.
Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos; porque não ouvirei as melodias das tuas violas.
Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso.
Oferecestes-me vós sacrifícios e oblações no deserto por quarenta anos, ó casa de Israel?
Antes levastes a tenda de vosso Moloque (deus pagão árabo-cananeu), e a estátua das vossas imagens, a estrela do vosso deus (o egípcio Renfã conhecido também como deus Saturno romano ou Cronos grego), que fizestes para vós mesmos.
Portanto vos levarei cativos, para além de Damasco, diz o Senhor, cujo nome é o Deus dos Exércitos."
Amós 5: 21-27 (Amós viveu séc. VIII a.C)

"Além de Damasco" parece ter sido outro campo de concentração.

Resultado de imagem para bezerro judeu para sacrifício
Em 12 de julho de 1997, o Ministério da Justiça em Israel anunciou que iria iniciar um processo judicial para a abertura do Monte do Templo para os judeus. Em 2015, depois das réplicas do candelabro bíblico, dos instrumentos para as oferendas e das vestimentas sacerdotais, o Instituto do Templo se propôs a criação de uma vaca vermelha, passagem indispensável para a reconstrução do terceiro templo de Jerusalém. "O significado da vaca vermelha consiste basicamente em um processo exclusivo de purificação e é um requisito para reconstruir o templo sagrado", afirmou o rabino Haim Richman, diretor internacional de uma instituição que trabalha nos preparativos da redenção. 
Fonte: http://www.ultimosacontecimentos.com.br/artigos/grupo-judeu-quer-criar-vaca-vermelha-para-aproximar-a-redencao.html

Esses que se auto-apregoam de "povo eleito" na verdade são pagãos, são adoradores de Moloque ou Renfã, e de sua Estrela que usam já por séculos para si identificarem. Vejamos o que diz Cristo Jesus por revelação do Espírito Santo ao Apóstolo Pedro no séc. I sobre o assunto:

[*] "Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. (refere-se ao ritual de retirada cirúrgica do prepúcio)
Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no Espírito (Santo de Deus que vivifica), não na letra (ou Lei que mata); cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus."
Romanos 2: 28 e 29

Séculos XV a.C, VIII e VII a.C, I d.C, XV d.C, XX e XXI d.C, ... a prática do Paganismo pelos judeus parece ser um padrão, norma. E talvez, ou também, por isso Cristo Jesus disse que seriam deserdados:

"Portanto, eu vos digo (aos judeus) que o reino de Deus vos será tirado, e será dado a uma nação (os gentios) que dê os seus frutos."
Mateus 21: 43

Não foi por falta de aviso:

"Mas as suas maldades (práticas pagãs por exemplo) separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dEle, e por isso Ele não os ouvirá."
Isaías 59: 1 (Isaías viveu no séc. VII a.C)

E se cumpriu nos momentos finais de Jesus pregado na Cruz:

"E Jesus, clamando outra vez com grande voz, rendeu o espírito.
E eis que o véu do templo (de Salomão) se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras"
Mateus 27: 50 e 51

    Resultado de imagem para véu do templo se rasgou de alto a baixo
A reconstrução do Templo que se pretende em Israel, é negar a Vinda e o Sacrifício de Jesus na Cruz, e chamar Deus, que testemunhou no Velho e Novo Testamento sobre Seu Filho, de mentiroso. 

Portanto, sejamos mui prudentes com toda essa conversa de/sobre judeus ortodoxos, moderados, ashkenazis, sefarditas, kazhares, israelenses e outros, considerando-se as Escrituras e a História, são todos falsos judeus não tendo a "circuncisão pelo Espírito" [*], sendo ou podendo ser todos da "Sinagoga de Satanás" conforme lemos nas Sagradas Escrituras em Apocalipse 2: 9.

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim" (João 14: 6), e boi vermelho algum poderá fazer ou mudar isso.

Pelo pouco demonstrado, e muito mais existe, o Judaísmo é e/ou deriva do Paganismo. E por essa os defensores nem os críticos do Paganismo esperavam, muito menos os desatinados cristãos sionistas ou judaizados.

Definitivamente, o Cristianismo, que não sacrifica animais por exemplo, é a ruptura total de todo esse mal que assola a Humanidade.

É hora de arrependimento, os tempos são curtos:

"Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.
Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar."
Isaías 55: 6-7

Abraços

segunda-feira, 3 de julho de 2017